Blog do Luis Castro -

FÁBRICA DE CINENTO NASSAU PODERÁ VOLTAR A PRODUZIR A PARTIR DE FEVEREIRO EM CODÓ MA

Uma notícia que a NASSAU voltará a funcionar alegra muitos moradores na cidade. Já que com a volta da indústria de cimento a situação econômica da cidade irá melhorar.

Segundas informações a indústria comprou materiais que foram roubados, o setor de RH procurou alguns ex funcionários para trabalho interno recebendo uma diária onde o mesmo foi informado que a direção da indústria está trabalhando para fevereiro voltar com tudo.

” Três fábricas foram reabertas e uma vendida, estamos otimistas para em Fevereiro voltarmos a reabrir a unidade de Codó” (Relato de um ex funcionário que foi prestar serviços essa semana na industria, o mesmo ouviu isso da diretoria.)

Bem não sabemos se procede o fato, mas que ser for verídico é uma notícia maravilhosa onde toda cidade tem a ganhar.

Vamos torcer que ocorra tudo bem e essa gigante volte com tudo.

Vereador André Jansen fiscaliza possiveis falhas onde escoamento da água dos quintais próximo ao Parque Ambiental não vai funcionar

Após a inauguração do Parque Ambiental, moradores falam que foi a última vez que viram o secretário Marcelo Coelho. Os mesmos querem mostrar ao secretário responsável pela grande obra a falha que pode agravar muito no inverno.

O trabalho de escoamento da água dos quintais das residências que fica próximo ao parque pode não da certo já que com uma pequena chuva já acumulou água nos quintais.

O vereador André Jansen foi fiscalizar de perto e constatou de perto os moradores comedo das grandes chuvas. Casas estão minando água na sala.

Na foto acima pode ver a água acumulada onde em vez de descer ao canal feito, a água voltou para dentro das casas onde quando a chuva vir forte vai levar muita água para dentro das casas.

O vereador se comprometeu falar com o prefeito Francisco Nagib onde sabe que com certeza o prefeito vai fazer algo para amenizar o problema que poderá ocorrer.

O vereador irá ver o que o secretário vai resolver, caso o secretário não se mova o vereador irá fazer um requerimento exigindo a solução do problema.

 

Governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, é preso

Pezão teria recebido mais de R$ 25 milhões entre 2007 e 2015, segundo a PGR (Procuradoria-Geral da República). O valor –que, corrigido pela inflação, passa de R$ 39 milhões– seria incompatível com o patrimônio declarado pelo governador à Receita. A PGR pediu o sequestro de R$ 39 milhões de bens de Pezão. 

Ao solicitar a prisão do governador, a procuradora-geral mencionou que Pezão foi secretário de Obras e vice-governador de Cabral entre 2007 e 2014, “período em que já foram comprovadas práticas criminosas”. Dodge, porém, aponta que haveria uma nova descoberta: Pezão teria operado um “esquema de corrupção próprio, com seus próprios operadores financeiros”.

Além de suceder Cabral na liderança do esquema criminoso, “Pezão deu suporte político aos demais membros da organização que estão abaixo dele na estrutura do poder público e, para tanto, recebeu valores vultosos, desviados dos cofres públicos e que foram objeto de posterior lavagem”, disse Dodge no pedido ao STJ.

As investigações se baseiam em delação do economista Carlos Emanuel Carvalho Miranda, ex-operador financeiro do ex-governador, homologada no ano passado.

O atual governador tem sido citado nas investigações sobre Cabral desde 2017, apelidado de “Big foot” e “Pé” em anotações sobre as supostas propinas. Pezão, porém, sempre negou as citações.

Além do mandado de prisão contra ele, foram expedidos outros oito mandados de prisão:

  • José Iran Peixoto Júnior, secretário de Obras
  • Affonso Henriques Monnerat Alves Da Cruz, secretário de Governo
  • Luiz Carlos Vidal Barroso, servidor da secretaria da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico
  • Marcelo Santos Amorim, sobrinho do governador
  • Cláudio Fernandes Vidal, sócio da J.R.O Pavimentação
  • Luiz Alberto Gomes Gonçalves, sócio da J.R.O Pavimentação
  • Luis Fernando Craveiro De Amorim, sócio da High Control Luis
  • César Augusto Craveiro De Amorim, sócio da High Control Luis

Pezão é o terceiro governador do Rio de Janeiro preso e o primeiro em cumprimento do mandato – Cabral e Anthony Garotinho são os outros dois. Também foram detidos, anteriormente, o presidente da Assembleia Legislativa do Rio, Jorge Picciani (MDB), e vários parlamentares da Casa.

Por meio de sua assessoria, o governador eleito do Rio, Wilson Witzel, disse confiar na Justiça e na condução dos trabalhos pelo STJ e pela PF. Afirmou ainda que “a transição não será afetada” e que a “a equipe do governador eleito seguirá trabalhando para mudar e reconstruir o Rio de Janeiro”.

Prefeito Nagib entrega trailer comercial pelo programa Codoense Empreendedor

Desde seu primeiro dia de governo, o prefeito de Codó, Francisco Nagib, vem investindo e incentivando a livre iniciativa dos pequenos comerciantes do município. Por meio de boas parcerias com o Governo do Estado, como o programa Mais Renda, o prefeito beneficiou cerca de 100 famílias com instrumentos de trabalho no ramo da beleza e de alimentos. Na ocasião, o gestor entregou 60 carrinhos de lanches, e 50 kits para manicure e cabeleireira, oportunizando a inclusão socioprodutiva para pequenos comerciantes.

Esta semana, o prefeito voltou às ruas para fazer a entrega de um trailer comercial para a venda de alimentos a um pequeno comerciante da cidade. Por meio do programa Codoense Empreendedor, o comerciante conhecido como Gaúcho recebeu das mãos do prefeito o tão sonhado Trailer, que dará a ele melhores condições de trabalho, produtividade e renda. “Foi realmente um pedido que fizemos ao prefeito e ele hoje está ao nosso lado cumprindo seu compromisso. Obrigado”, agradeceu Gaúcho.

Para o prefeito Nagib, promover a livre iniciativa e incentivar o empreendedorismo ao pequeno comerciante são ações importantes para o desenvolvimento econômico e social de Codó. “O Trabalho não para. Estamos na Rua da Bomba, fazendo algo de grande relevância para aqueles que acreditam no trabalho para o sustento de suas famílias. Como prometemos, estamos entregando o trailer do Gaúcho, que já trabalha há cinco anos vendendo espetinho para a população. ele queria melhor condição e uma estrutura adequada para trabalhar e tirar o sustento de sua famílias. Prometemos, e aqui está. Desejo muita sorte, ótimas vendas e sucesso ao nosso amigo!”, concluiu o prefeito.

Ascom – PMC

 

Escolas vazias em Codó no 2° turno das eleições para presidente

No Maranhão como não houve 2° turno para governador. O voto nas urnas está entre 15 segundos. Fazendo com que não forme fila de espera entre um eleitor e outro.

Também as escolas estão vazias já que a abstenção nas urnas Codoenses deve passar dos 20% a mais que o 1° turno.

Em todas escolas o que se ver é isso. Espaços vazios sem eleitores praticamente. Na escola Senador Archer mesarios afirmaram que o dia todo foi assim de seções tranquilas é vazias.

Escola Senador Archer

Muitos Codoenses irão optar por pagar a multa ou votar nas últimas horas antes do encerramento.

Não houve nenhuma ocorrência policial até o momento e tudo ocorre bem.

Tiririca é reeleito deputado federal em SP com 445 mil votos

Após voltar atrás no jejum da política, o candidato a deputado federal Tiririca (PR-SP) foi reeleito com 445.521 mil votos, cerca de 2,15% do total, para o seu terceiro mandato. Em São Paulo, 95% das urnas já foram apuradas.

Brazilian Rep.-elect Francisco Everardo Oliveira Silva, better known by his clown name Tiririca, gestures during the inauguration ceremony for deputies at Brazil’s National Congress in Brasilia February 1, 2011. REUTERS/Ueslei Marcelino (BRAZIL – Tags: POLITICS)

Além dele, nomes como Eduardo Bolsonaro (PSL), Joice Hasselmann (PSL), Celso Russomano (PRB) e Kim Kataguiri (DEM) também foram eleitos.

Tiririca havia desistido da candidatura no fim de 2017 por se dizer “decepcionado com a Câmara”,mas desistiu da desistência e, em agosto, se lançou oficialmente na disputa do pleito com um adendo: quer voltar às tribunas para poder disputar a presidência em 2022.

Um dos objetivos da campanha do humorista Francisco Everardo Oliveira Silva era ser eleito “com a maior quantidade de votos da história do país”. Nas eleições de 2010, ele foi o deputado mais votado do país, com mais de 1,3 milhão de votos. Em 2014, o deputado ficou com a segunda posição entre os candidatos mais votado, com 1 milhão de votos. Este ano, Tiririca teve xxx votos.

Antes de virar político, Tiririca era conhecido por suas roupas coloridas e piadas em programas de televisão. Na sua primeira campanha à Câmara, ele usou como slogan “Tiririca, pior que tá, não fica.”

Em 2013, o político chegou a ser apontado pelo jornal Financial Times como “reflexo da disfuncionalidade da política brasileira”, já que, em sua primeira eleição, o palhaço se beneficiou a partir dos votos de protesto dos eleitores paulistas. O Financial Times relembra como os slogans da campanha eleitoral do comediante “deliberadamente” satirizavam a política brasileira.

Em uma das peças mais famosas, Tiririca confessava que não sabia exatamente qual era o papel de um deputado: “Você passa dias inteiros fazendo nada, só aguardando para votar alguma coisa enquanto as pessoas discutem e discutem.”

Sugerir voto por WhatsApp a partir da 0h de domingo é crime

Quem fizer campanha para um candidato ou partido político pelas redes sociais no dia da eleição pode ser punido com multa de até R$ 15.961,50

Propaganda no dia de eleições é crime

Propaganda no dia de eleições é crime

Reprodução/Justiça Eleitoral

Os eleitores brasileiros vão às urnas no próximo domingo (7), para eleger deputados federal e estadual, senadores, governador e presidente. Esta é a primeira eleição que a internet e as redes socais foram permitidas durante a campanha eleitoral, mas pedir votos no dia das eleições por WhatsApp e outras redes sociais é crime.

A partir da meia-noite do dia de domingo, está proibido fazer qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos, segundo o artigo 81 da resolução 23.551, do Supremo Tribunal Eleitoral.

Conforme o artigo, está passível à punição o responsável por “publicação de novos conteúdos ou o impulsionamento de conteúdos nas aplicações de internet”, no entanto, publicações feitas até 23h59 do sábado (6) podem continuar no ar durante o dia de eleições.

O advogado Luiz Silvio Moreira Salata, presidente da Comissão de Direito Eleitoral da OAB-SP, afirma que quem enviar nome ou número de candidato, independentemente do cargo que está disputando, por qualquer rede social está infligindo a lei.

Isso significa que usar o WhatsApp, Facebook, ou qualquer outra rede, para enviar mensagens e tentar converter votos para um determinado candidato pode ser considerado um crime eleitoral.

Também está sujeito a punições o eleitor que fizer pedidos por votos em branco ou nulo.

O advogado diz que qualquer pessoa que se deparar com infrações nas redes sociais pode tirar print (captura de tela) da propaganda e encaminhar para o Ministério Público, para a denúncia ser apurada e formalizada.

O responsável por desrespeitar a lei pode ficar preso de seis meses a um ano ou ter a pena convertida em prestação de serviços à comunidade. Outra punição possível é o pagamento de uma multa que varia de R$ 5.320,50 a R$ 15.961,50.

Segundo o presidente da Comissão de Direito Eleitoral, caso o candidato divulgado saiba da propaganda, também poderá sofrer punições.

O prazo para candidatos fazer propaganda eleitoral na internet, revistas e jornais foi até esta sexta-feira (5). O artigo 43 da Lei Eleitoral (9.504/1997) aponta que neste sábado, véspera das eleições, não poderão mais ser realizadas divulgações pagas e propaganda eleitoral na imprensa escrita, internet e jornais.

De acordo com Salata, “cada caso tem que ser analisado individualmente”. Ele ainda diz que caso o próprio candidado faça a propaganda, além de poder ser preso ou multado, corre o risco de ter a candidatura cassada.

Por R7