Blog do Luis Castro -

Prefeitura de Codó irá receber antigo prédio da Receita Federal

Com o objetivo de ampliar os espaços da administração pública e a melhor utilização desses espaços por seus servidores e cidadãos, o Prefeito de Codó, Francisco Nagib, acompanhado do servidor da Receita Federal, Arlindo Salazar, se encontrou na última sexta-feira (8), em São Luís, com o Superintendente do Patrimônio da União (SPU), Coronel Monteiro. No encontro, o prefeito apresentou a solicitação de cessão de um imóvel da União, localizado na Avenida Augusto Teixeira, nº72, onde funcionava a agência da Receita Federal do Brasil, atualmente transformada em posto de atendimento e instalada em um prédio de domínio do Estado do Maranhão.

Coronel Monteiro, Prefeito Francisco Nagib e Arlindo Salazar

Para o Secretário Municipal de Meio Ambiente, Finanças e Planejamento, Professor Ivaldo Silva, que vem conduzindo as negociações, a prioridade é que o imóvel, que já fora devidamente devolvido pela Receita Federal do Brasil à SPU, seja utilizado para reacomodar a estrutura da (SEMAFIP), que abriga o Departamento de Arrecadação do Município e toda a sua política fiscal, e com isso, melhorar o espaço de trabalho para os servidores e a prestação dos serviços diretamente ofertados ao cidadão.

Além da reestruturação da SEMAFIP e do Departamento de Arrecadação, surgiram várias demandas por espaços, uma vez que o prédio da Prefeitura Municipal de Codó, onde funciona a secretaria, é um prédio histórico, da década de 1940, e que apesar de já ter sofrido várias reformas e ampliações ao longo desses anos não atende mais às necessidades de espaço e acomodações para os servidores desenvolverem suas atividades com conforto e segurança, dificultando, aos mesmos, de prestarem um atendimento digno aos munícipes”, explicou o secretário.

Além de ser muito bem recebido pelo Coronel Monteiro e ter garantida a cessão do imóvel da antiga agência da Receita Federal, o prefeito Nagib ainda teve a sua disposição uma lista com imóveis que podem ser doados ao município, para que o gestor avalie e de aos imóveis o destino apropriado e que sirva melhor a administração pública e aos cidadãos codoenses.

“A demanda por espaços adequados é situação também enfrentada por outras secretarias municipais, fazendo com que o município de Codó dispenda mensalmente elevada soma de recursos financeiros destinados ao pagamento de aluguéis, recursos que poderiam ser mais bem utilizados para prestar serviços diretamente ao cidadão, nas áreas da segurança pública, da saúde, da cultura, educação, assistência social, entre outras”, concluiu o prefeito.

Ascom – PMC

Categoria: Notícias