Blog Luis Castro - Transparência em primeiro Lugar!

Video: Deputado Federal no Pará agride eleitor com um soco após ser questionado por uma possível tatuagem do presidente da República em seu Bumbum.

O ato covarde e criminoso aconteceu no município de Jacundá, onde o deputado federal Wladimir Costa (Solidariedade PA) estava discursando, descalço, de bermuda, camiseta e com bafo de cerveja, em um evento da prefeitura, realizado em praça pública, quando um professor rede estadual e municipal de educação se manifestou e o parlamentar aproximou-se, dando-lhe o microfone. Ao pedir que o deputado explicasse a tatuagem de Temer, que supostamente Wladimir Costa teria na bunda, o cidadão levou um forte tapa no rosto e foi contido e espancado por seguranças do deputado, bem ao lado do delegado de polícia da cidade, que estava conversando com o professor, que foi chamado de vagabundo pelo deputado.

O vídeo está viralizando nas redes sociais e completa a saga de escândalos e polêmicas do deputado que se auto-proclama “federal do povão”.

A vítima se chama Therezo de Souza Neto, tem 49 anos, é pai de família e tem uma filha. Como professor de Sociologia, leciona a disciplina Estudo Amazônicos e estava com outros professores na praça, quando sentiu-se indignado por ouvir o parlamentar – que votou contra as investigações das denúncias de corrupção em que Michel Temer está envolvido – dizer que uma academia ao ar livre iria trazer uma vida nova às crianças de Jacundá.

O delegado Sérgio Máximo, que presenciou todo o fato, ao lado da vítima, nada fez para conter a agressão e recusou-se a testemunhar em favor do agredido, dizendo que estava ali como cidadão e não como delegado da cidade.

Veja o vídeo:

Fonte: Sensasionalista Pará

Categoria: Notícias