Blog Luis Castro - Transparência em primeiro Lugar!

Absurdo: Em São Pedro SP secretária de turismo chama policia e guarda municipal para “acabar” com roda de capoeira na praça da cidade.

SENTIMENTO DE REVOLTA!
“Olá pessoal!
Sou o Professor de Capoeira Rafael Fernando Rodrigues (Canela)
Ontem 10/02/ 2018 aconteceu um fato que nos deixou muito triste, estávamos fazendo nossa roda de capoeira, mais de 15 anos que acontece essa manifestação cultural, em pleno século XXI fomos barrado e obrigado a parar, por incrível que parece pela equipe de turismo da nossa cidade, sem noção, dizendo que estávamos atrapalhando o show, que estava do outro lado da praça, foi revoltante, chamaram polícia, guarda municipal e segurança, constrangedor, nos ameaçando de prender nossos instrumentos… Aonde está nossa liberdade de expressão!? É revoltante ter pessoal sem conhecimento algum na administração de nossa cidade.
Nos sentimos na época da escravidão, aonde a capoeira era proibida discriminada que estava no código penal, pedem apresentações culturais, afirmam parcerias e promessas falsas, para depois fazer essa palhaçada com nossa gente, acabou com nossa moral, assim que eles querem mostrar trabalho.

Pessoal tem como o som do Berimbau, Atabaque ou o Pandeiro encobrir um som de um show?? Fora que estávamos a mais de 100 metros do palco.

Acabou esse tempo a muito tempo, que a polícia vinha e quebrava tudo e parava com a nossa cultura e nos levava presos, luta de resistência contra o opressor e hoje nos sentimos oprimidos por gente desatualizadas, com uma justificativa de um evento dentro de outro evento, isso é uma manifestação cultural, me poupe, e outra comparar nos com som de carro kkkkk vergonhoso, sem argumento nenhum, gente pobre culturalmente só pode, nessa roda se encontrava crianças, jovens, adultos, pais de alunos, muitas pessoas assistindo, até vereador de nossa cidade, prestigiando nosso trabalho, eu não consigo acredita tamanha ignorância do órgão do turismo e sua equipe…
Temos esse projeto social ( Educarte para a vida) no espaço (NAPE São Dimas) a mais de 15 anos, sou grato ao Mestre Rodrigo Carvalho (Fofão) sou fruto desse trabalho social aonde eu tive uma direção em minha vida, hoje sou Formado na área da capoeira, faço meus trabalhos sociais para crianças que não tem condições, para ter uma direção como eu tive, também tenho meu trabalho particular com remuneração, não sei oque seria de mim sem a capoeira, poderia estar no mundo da marginalidade, somos pessoas do bem, não tem nenhum traficante, ladrão para você chamar a polícia e nos ameaçar”

Professor Rafael

Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*