Blog Luis Castro - Transparência em primeiro Lugar!

Prefeito Francisco Nagib foi a Imperatriz em busca de parcerias com grupo Suzano para investimentos futuros em Codó

Prefeito Francisco Nagib e Governador Flávio Dino participam de inauguração de fábrica da Suzano em Imperatriz
O prefeito de Codó, Francisco Nagib, acompanhado do Secretário Municipal de Governo, João dos Plásticos e do empresário Francisco Carlos de Oliveira, juntamente com o Governador do Maranhão, Flávio Dino, visitou mais nova fábrica da Suzano Papel e Celulose, que inaugura nesta quinta-feira (30) a Unidade Maranhão, no município de Imperatriz.IMG-20171130-WA0012

A nova planta é uma das fábricas de celulose mais modernas do mundo, com capacidade produtiva de 1,5 milhão de toneladas/ano e geração de excedente de energia de 100 MW.
Anunciada em 2008, a nova unidade entrou em operação em dezembro passado, dentro do cronograma e do orçamento previsto, e sua inauguração marca o início das comemorações dos 90 anos do Grupo Suzano e da Suzano Papel e Celulose, segunda maior produtora global de celulose de eucalipto.IMG-20171130-WA0014
Com investimento total de US$ 3 bilhões na área industrial e formação da base florestal, a fábrica atenderá, prioritariamente, os mercados europeu e norte-americano. Referência em tecnologia de ponta, a Unidade Imperatriz conta com duas secadoras e dois fornos de cal, que possibilitam maior flexibilidade operacional, maior estabilidade na produção e menores custos.
Para colocar a unidade em funcionamento, a Suzano contou com reconhecidos fornecedores de serviços e equipamentos, como Metso, Siemens, Pöyry, entre outros. Ao todo, cerca de 700 fornecedores estiveram envolvidos no projeto, dos quais 40% são do Maranhão. A fábrica em Imperatriz ocupa uma área total de 1,5 milhão de m2, sendo 96 mil m2 de área construída.IMG-20171130-WA0015
Um dos objetivos da visita do prefeito Nagib à nova planta industrial é tentar buscar parcerias com o grupo Suzano para investimentos no município de Codó. “Tivemos um proveitoso encontro com a direção do grupo e estamos tentando buscar parcerias e investimentos para áreas de plantação do eucalipto e seu fornecimento à indústria, parcerias comerciais para a formação de centros de distribuição para uma outra planta industrial da Suzano. Enfim, buscamos oportunidades de gerar emprego e renda para nossa cidade”, disse o prefeito.
Geração de empregos
A construção da Unidade Imperatriz teve início em 2011, com cerca de2 000 pessoas e, no fim de 2012, eram 11.500 trabalhando na obra. Em média, o aproveitamento de mão de obra local foi da ordem de 70% do total de trabalhadores, bem acima do que costuma acontecer em outros empreendimentos. No total, a geração de empregos é estimada em 3.500 diretos e 15.000 indiretos.
A Suzano também investiu em programas de capacitação de pessoas na região com atuação em quatro frentes: o Capacitar, cursos de Construção Civil, Montagem Industrial e Serviços, que formou aproximadamente sete mil pessoas para trabalhar na construção da nova unidade. Além disso, outras 500 pessoas foram formadas para a operação da unidade. Destas, mais de 300 foram contratadas pela Suzano.

Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

%d blogueiros gostam disto: